CSR NOTÍCIAS

31/01/2019

No jogo de dois dias, Nacional e Rio Claro empatam em 0 a 0

Juan Reol - Mtb 41.452 / Assessor de Imprensa

No confronto que durou “dois dias” devido uma tempestade que prejudicou a Zona Oeste de São Paulo (SP) na tarde de quarta-feira (30), interrompendo a partida, Nacional Atlético Clube-SP e Rio Claro Futebol Clube-SP empataram em 0 a 0, no Estádio Nicolau Alayon, na Barra Funda, no jogo que fechou a 4ª rodada do Campeonato Paulista A2 2019. Os 45 minutos finais foram disputados a partir das 15 horas de quinta-feira (31).

Com o empate em 0 a 0, o Nacional-SP chegou ao segundo jogo sem sofrer gols na competição, méritos para o goleiro Maurício Telles, grande destaque contra o Rio Claro-SP. O Naça foi a 2 pontos na tabela de classificação, permanecendo na 14ª colocação. Já os visitantes chegaram a 7 pontos, também permanecendo na 4ª posição.


Volante Everton Tchê tenta sair da forte marcação do Rio Claro
(Crédito da foto: Ale Vianna / Divulgação Nacional)

Como o Rio Claro-SP teve que permanecer em São Paulo (SP) para terminar a partida, eles não conseguiram lavar os uniformes utilizados nos primeiros 45 minutos. Desta forma, e com autorização da arbitragem e do time da casa, eles atuaram no 2º tempo de azul, seu uniforme principal, e o Nacional-SP de branco, sua roupa número 2.

O Nacional-SP volta a campo no sábado (2), às 19 horas, para enfrentar o Linense-SP no Estádio Mnicipal Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP), na partida válida pela 5ª rodada. O adversário ocupa a 5ª colocação no Paulistão A2 2019 com 7 pontos.

O Nacional-SP voltou para a segunda metade do jogo com duas substituições. O técnico Allan Aal trocou Matheus Ortigoza, com a 9, por Michael Thuíque, com a 8 - que estreou com a camisa do clube - , e Lucas Lino, com a 10, por Patrik, com a 16. O Rio Claro-SP voltou com a mesma formação.

Com as mudanças, o Naça passou a apertar mais a equipe do Rio Claro-SP em seu campo de defesa, aproveitando os 10 minutos iniciais para chegar com perigo ao gol defendido por Murilo. Patrik, na função de meia armador, distribuía bem a bola, com Michael Thuíque cumprindo sua função de centroavante. Em bela jogadada individual, Caio Mendes deixou dois marcadores para trás, subiu sozinho pela esquerda e cruzou bonito, com o camisa 18 por pouco não abrindo o placar de cabeça.

A resposta do Rio Claro-SP veio de bola parada. Em cobrança de falta, chutaço de longe. Maurício Telles, repetindo a atuação do primeiro tempo, disputado na quarta-feira (30), fez linda defesa. Grande momento da muralha nacionalina.

O Rio Claro-SP equilibrou as ações do jogo a partir dos 12 minutos, e chegou com perigo aos 14 e aos 16. Quando os visitantes passavam pela linha de defesa, paravam nas mãos de Maurício Telles.

Aos 22 minutos a primeira substituição do Rio Claro-SP. Após chegar na área do Naça e chutar de longe, o zagueiro Fernando desabou, obrigando o técnico Wagner Salino a mexer no time. Em seu lugar entrou o também zagueiro Diego, com a 13.

Grande momento do Rio Claro-SP aos 29 minutos. O lateral-esquerdo Douglas fez linda inversão de campo, encontrando o atacante Edson do lado direito, entrando na área. Ele avançou sozinho e chutou, mas para fora.

Aos 30 minutos, substituições nas duas equipes. Allan Aal fez a terceira de seu time, tirando o camisa 11 Matheus Humberto para a entrada do 15, Emerson Mi. Já na equipe do Interior, saiu o 11 Vitor deu lugar ao 14 Denner.

Maurício Telles seguiu como o grande destaque do “jogo de dois dias”. Em cobrança de falta no bico da grande área, o Rio Claro-SP mais uma vez quase abriu o placar. O camisa 1 nacionalino voou bonito para outra excelente participação. No escanteio, de novo brilhou a estrela do veterano de 42 anos.


Atacante Matheus Humberto foi fortemente marcado pela defesa da equipe do Interior
(Crédito da foto: Ale Vianna / Divulgação Nacional)

Os visitantes seguiram presisonando o Nacional-SP, que permaneceu mais tempo em seu campo de defesa. Em escanteio do Rio Claro-SP aos 40 minutos, Maurício Telles agarrou firme e lançou Emerson Mi pela esquerda. O camisa 15 passou a linha do gramado e tentou lançar o lateral-direito Fabiano, que acompanhou o lance pelo outro lado do campo. O goleiro Murilo chegou junto com o atleta nacionalino, matando a chance de gol.

Aos 46 minutos, quando o árbitro apontava 3 minutos de acréscimo, o Rio Claro-SP fez a última substituição. Saiu o camisa 10 Elton para a entrada do camisa 16, Alaor.

Pressão do Nacional-SP nos últimos minutos da partida, principalmente com Emerson Mi. O Naça não desistia de marcar seu primeiro gol na competição, mas aparava sempre na última jogada. Patrik, aos 48, recebeu na entrada da área e chutou travado na derradeira tentativa antes do apito final. 0 a 0 no Nicolau Alayon no confronto que começou na quarta-feira (30) e terminou na quinta-feira (31).

Campeonato Paulista A2 2019
4ª rodada
Nacional 0 x 0 Rio Claro

Data: 30/01/2019 (quarta-feira), às 16 horas; e 31/01/2019 (quinta-feira), às 15 horas
Local: Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo (SP)
Público: 221 / Renda: R$ 2.550,00
Arbitragem: José de Araújo Ribeiro Júnior, auxiliado por Paulo de Souza Amaral e Leonardo Lourenço Marchiori. 4º Árbitro: Edna Alves Batista.
Cartões amarelos: Gabriel Santos (Nacional)
Cartões vermelhos:

Gols:

Nacional: Maurício Telles; Fabiano, Gabriel Santos, Everton Dias e Caio Mendes; Bruno Sabino, Everton Tchê e Danilo Negueba; Lucas Lino (Patrik), Matheus Ortigoza (Michael Thíque) e Matheus Humberto (Emerson Mi). Técnico: Allan Aal.

Rio Claro: Murilo; Toninho, Fernando (Diego), Salustiano e Douglas; Formigoni, Franco, Nathan e Elton (Alaor); Vitor (Denner) e Edson. Técnico: Wagner Salino.

Leia também:
09/10/2020 - Matheus Humberto reforça Atibaia na Copa Paulista 2020
29/03/2019 - Nacional encerra sua participação na Série A2 com Juvenal em casa
23/03/2019 - Nacional perde para Penapolense e não tem mais chances de classificação
22/03/2019 - Em clima de decisão, Nacional enfrenta Penapolense
20/03/2019 - Everton Tchê marca na vitória do Nacional por 3 a 0 sobre Inter de Limeira

 

CSR SPORTS © Todos os direitos reservados